Filmes

Crítica | Com amor, Simon

Todo mundo morre.

Mentirinha.

Como todos sabemos, esse será um filme muito esperado e gostaria de agradecer à Adoro Cinema pela sessão um mês antes do lançamento.

[ALERTA DE SPOILER]

Com amor, Simon se trata de um filme sobre representatividade; e ele representa muito bem. Antes de tudo, serei clara e direi que não li o livro. O filme fala de Simon, jovem adolescente que até então não saiu do armário. Sabemos do grande segredo dele, só que um novo anônimo posta sobre sua sexualidade e Simon percebe que ele não é o único não assumido nessa situação.

Logo, temos uma leve lembrança de Stephen Schbosky em As Vantagens de Ser Invisível. Simon passa a escrever anonimamente para esse rapaz, cuja identidade não sabemos e ficamos curiosos a todo tempo pra descobrir.

Como todo bom filme, esse traz grandes pitadas de humor e várias referências: a Harry Potter, a Panic at the Disco Nos surpreendemos com os personagens secundários, que trazem importância para a trama e para o decorrer da história.

Alguém descobre sobre Simon e o chantageia com isso (juro que estou tentando não passar nenhum spoiler sobre o filme).

O desenvolvimento e o sarcasmo do personagem principal entretêm o público de maneira cativante, quebrando todos os possíveis estereótipos da imagem que a mídia traz sobre uma pessoa homossexual.

Simon é uma personalidade pertinente na realidade de hoje; o medo dele de não se assumir e do julgamento da sociedade traz a realidade de uma minoria, mostrando que todos, sem exceção alguma, merecem uma grande história de amor.

Gostaria de escrever com o olhar mais critico sobre isso, mas eu me apaixonei pela história e fui pega de jeito nessa situação. Gostaria de não transparecer o fato de que estou indo contra as minhas perspectivas em escrever na primeira pessoa, mas não posso. Com amor, Simon se trata de uma realidade vivida por muitos jovens que nem sempre obtém o mesmo final feliz e a compreensão do filme. É mais que um filme. Traz de volta a naturalidade do amor e diz que todas as formas de amar serão permitidas sempre. E desculpem se tornei isso um tanto pessoal.

Obs: Os amigos do Simon são maravilhosos e os pais mais ainda. Provável que vocês queiram uma família como a dele.

Com amor,

Ana Clara Fernandes.

Anúncios

Categorias:Filmes

Marcado como:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s