Filmes

GRLPWR | 8 Animações com Mulheres Fortes

As animações representam um universo rico e instigante; essas, além disso, tratam de mulheres muito reais.

Apesar de conhecermos todas as animações clássicas de princesas, nem sempre elas representam as mulheres que nós sabemos que existem. As que sofrem, lutam, trabalham, decidem seu próprio destino e não esperam por ninguém. Por isso, nesse 8 de março nós vamos indicar algumas das que melhor o fazem.

Princesa Mononoke (1997)

12685_45080_5194

O Estúdio Ghibli lançou essa produção, cheia de significados e representatividades, ainda na década de 1990. San, a Princesa Mononoke, é uma guerreira que pretende lutar pela integridade dos deuses-animais e da natureza como um todo, o que a leva a ir contra o governo, que encoraja a sua destruição. As questões vão muito além da figura feminina, mas é importante notar que elas estão em posições de poder e como peças motrizes para a trama.

Mulan (1998)

MULAN

Mulan decide representar a sua família no exército chinês, o que conflita com todas as regras da sua época; para enfrentar a invasão dos Hunos, ela precisa se disfarçar de homem. Temos diversos exemplos como esse na história, sendo a mais famosa mulher a fazê-lo Joana D’Arc – aqui no Brasil, Jovita Feitosa tentou combater na Guerra do Paraguai, mas foi descoberta antes que conseguisse chegar à batalha. O desenho é um clássico e um dos grandes exemplos de feminismo nas animações.

A Princesa e o Sapo (2009)

princesa-tiana_la-princesa-y-el-sapo

Tiana é uma mulher independente e ambiciosa, que trabalha muito para perseguir os seus sonhos. É um retrato satisfatório da luta diária necessária para atingir as próprias metas, além de dar protagonismo a uma história que não vem da realeza; “só” por isso, merece um lugar na lista.

Enrolados (2010)

enrolados_Lln6h5T.jpg

Rapunzel é uma adolescente sonhadora, ingênua e cheia de inquietações. A liberdade é a grande responsável pelo amadurecimento da personagem, que se mostra determinada em conseguir assistir às “luzes no céu”; ela cresceu em tal solidão que entende o papel central que ocupa na própria vida, o que fica claro em todas as situações das quais ela escapa confiando na própria inteligência.

Valente (2012)

DGUkZNiV0AA_Mp5

Merida foi um escândalo quando anunciou sua falta de pretensão em se casar. Até 2012, por mais que as mulheres estivessem ganhando o espaço da sua independência, suas histórias ainda eram atreladas, de uma forma ou de outra, a um lindo pretendente. Aqui, esse teor é deixado de lado para uma abordagem nova e completamente centrada na jornada pessoal de Merida.

Frozen (2013)

anna-elsa-frozen-zoom-5d250d37-62b8-4078-89dd-2176975412e3.jpg

Anna e Elsa fizeram um sucesso estrondoso com o filme que reflete sobre a liberdade e sobre família. Apesar do apelo usado através de Anna para um romance, o filme tem muito mais a ver com as escolhas das duas e com as suas trajetórias individuais. A música Let it Go foi prontamente apropriada para tratar de temas muito mais palpáveis do que um poder de gelo e as duas vêm aparecendo em curtas desde então.

Moana (2016)

MoanaPortrait.0

A escolhida do mar conta com pouco mais do que a própria determinação para salvar não apenas a sua tribo, como também uma deusa: Tefiti. Moana passa pela inquietação da descoberta do próprio ser e por um desenvolvimento tocante, mostrando que mulher nenhuma precisa de um romance para ser interessante.

The Breadwinner (2017)

Breadwinner-1280

No Afeganistão dominado pelas forças do Talibã, Parvana se vê desamparada quando seu pai é preso injustamente. Sem poder contar com mais ninguém, ela decide se disfarçar de homem para ser capaz de trabalhar e fornecer o sustento para sua família. A animação é baseada na obra de Deborah Ellis e concorreu ao OSCAR de “Melhor Animação” em 2018, e é importante pela visibilidade que dá a uma vivência tão diferente daquela convencionalmente explorada nesse gênero.

Apesar de termos escolhido 8 pela simbologia, outros desenhos também podem ser reconhecidos pelas suas personagens femininas. E, indo além, podemos criar muito mais. Feliz Dia da Mulher!

Anúncios

Categorias:Filmes, Sessão Indica

Marcado como:, ,

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s