Sessão Indica

#Netflix | 5 filmes para se emocionar

Seja para se acomodar naquele momento de drama próprio ou para contemplar grandes produções do gênero, esses filmes são para você.

Temas sensíveis e grandes interpretações se juntam para fazer a gente se sentir do tamanho de um alfinete nessas produções – e a gente adora essa sensação, não é mesmo? Confira alguns dos filmes que melhor o fazem no catálogo do streaming.

 

O Sol é Para Todos (1962)

A sociedade sulista dos Estados Unidos passou por um processo intenso de resistência à incorporação da sua população negra, situação que nos rendeu relatos inacreditáveis. Em O Sol é Para Todos, temos a oportunidade de ver um deles através dos olhos de uma criança, o que dá à obra um tom completamente diferente.

Baseado no romance de Harper Lee, o filme é um tesouro do cinema e arrepia até o último pelo dos braços com o discurso final de Gregory Peck.

 

Histórias Cruzadas (2011)

Emma Stone interpreta uma mulher sulista determinada a se tornar uma escritora e que, para isso, decide buscar as histórias das mulheres negras de sua cidade que deixam suas casas todos os dias para cuidar das crianças das famílias brancas.

Ambientado nos anos 1960, na esteira da luta pelos direitos civis nos Estados Unidos, esse filme tem um olhar próprio do cotidiano e das questões que envolviam essas mulheres, e vale ser visto duas ou três vezes.

 

Para Sempre Alice (2014)

Para Sempre Alice expõe uma condição pouco conhecida, que é o Alzheimer precoce, através do cotidiano de uma família americana. A evolução da doença e a maneira como ela passa a interferir em todos os aspectos da vida de Alice (Juliane Moore) são graduais e paralisantes para o próprio espectador, que fica bestificado com a maneira como Moore deu vida à sua personagem.

 

Beasts of no Nation (2015)

Agu (Abraham Attah) é uma criança que precisa lutar para sobreviver no seu país devastado pela guerra civil. A trajetória desse garoto e a maneira como ele será socializado dentro desse conflito foram abordadas de tal forma por esse filme original Netflix que ele te deixa bestificado. Sem dúvidas, uma das melhores produções do streaming.

 

Agnus Dei (2016)

Esse filme traz um recorte inesperado para a Segunda Guerra Mundial, de forma que o espectador se vê paralisado pela sua narrativa realista. Aqui, toda a vulnerabilidade da mulher, que se aprofunda nas situações de conflito, é exposta e trabalhada aos últimos detalhes. O título, que significa “cordeiro de Deus”, tem uma relação íntima com a sua trama de fé e dor.

Quando abordada por uma freira polonesa em desespero, uma médica francesa que se encontra na missão da Cruz Vermelha, na Polônia, descobre as reais consequências da ocupação de um exército estrangeiro. Diversas freiras do convento se encontram grávidas, como consequência de seguidos estupros por parte de soldados soviéticos, e tudo que elas precisam é conseguir evitar uma consequente morte no parto, visto que elas não possuem esse tipo de informação, mas também não podem desgraçar a sua instituição. Sua pele já está se contorcendo? Agnus Dei faz isso com muita habilidade.

Anúncios

Categorias:Sessão Indica

Marcado como:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s