Filmes

Crítica | Nasce Uma Estrela

O quarto remake do clássico de 1937 chega aos cinemas com uma poderosa trilha sonora, composta e interpretada por Lady Gaga.

star1Na nova versão de Nasce Uma Estrela, Bradley Cooper interpreta Jackson Maine, um cantor alcoólatra que se apaixona por uma compositora desconhecida, Ally (Lady Gaga). À medida que a carreira de Jackson começa a decair, Ally torna-se, de imediato, uma estrela em potencial para o público.

O filme acompanha, inicialmente, a vida agitada de Jackson. Ele é o arquétipo da estrela do rock em declínio: apesar de todo o sucesso, afunda-se em drogas e possui uma amargura que torna sua poesia de uma doçura inacreditável. A atuação de Cooper é essencial para a construção de uma personalidade que se conecta diretamente com as emoções do público. Ainda que se sinta desconfortável e insatisfeito com o comportamento de Jackson, o telespectador irá, inevitavelmente, compreender de onde vem a natureza caótica do cantor.

Apesar de não possuir tanta experiência de palco teatral quanto suas antecessoras tinham nas versões anteriores – como Barbra Streisend e Judy Garland –, Gaga foi, definitivamente, uma excelente escolha para o papel, por toda a carga dramática e interpretativa que ela carrega em sua voz. A artista não é dona apenas de um talento vocal absurdo, como é também a responsável pela composição da maior parte da trilha sonora.

star7

Acima, Fredric March e Janet Gaynor na primeira versão de Nasce Uma Estrela (1937).

A trajetória de Ally é um equilíbrio entre as inseguranças da mulher e os autos e baixos de Jackson. A personagem se responsabiliza por trazer uma dramaturgia tão carismática e sensível que, mesmo nos momentos de histeria, sentimos um afeto radiante pela mesma.

Estruturalmente, os diálogos podem tornar-se cansativos em algumas cenas de Cooper, nas quais o vocabulário da personagem torna-se repetitivo. A dinâmica entre o casal principal, no entanto, é de uma química tão forte que solidifica a concepção trágica de um romance tipicamente Hollywoodiano. Assim, a grande responsável por costurar e demarcar bastante a finalização e início entre atos do roteiro é Gaga, através da composição harmoniosa que aperfeiçoa um arranjo entre as linhas que lhe foram dadas e a conexão da música com as personas com as quais está trabalhando.

star6

As escolhas de direção de Cooper transformam a atmosfera do filme em uma agourenta história de amor, desde o mais profundo sentimento afetivo até as cenas mais sensuais, que não focam na nudez das personagens, centralizando sua ideia na iluminação e optando por cores que declamem a cena por si. O fato é que a química entre os protagonistas é plausível justamente pelo viés que o diretor escolhe para abordar seus cenários, tornando-os sempre agradáveis e apaixonantes para encaixar suas modulações personificadoras.

Evitando a essencialidade de uma maneira que não prejudica o filme, o diretor ainda é hábil em trazer os fãs de Lady Gaga para uma nova perspectiva, com referências vindas da própria carreira videográfica da cantora. Planos abertos que remetem ao clipe de “Judas” e coreografias, como a do clipe de “G.U.Y”, são utilizadas a todo momento para nos lembrar das alusões artísticas que foram tomadas pela intérprete principal. Um prato cheio para os fãs de música e cinema, mas que não prejudica o andar do filme quando não se torna necessário compreender de onde essas cenas provém, considerando suas funções diegéticas.

star3

Dessa forma, mesmo que Cooper seja responsável por grande parte da produção cinematográfica, o estrelato que encanta as telas é de Lady Gaga, que, assim como sua personagem, também ascende em um novo momento de sua carreira. É um romance Hollywoodiano com aspectos que beiram o realismo das estrelas de uma forma cuidadosa e majoritariamente astuta. A obra fascina o espectador e o conquista durante todo o tempo de filme pela vibração das canções, do casal e o encanto entre a carisma de seus atores e público.

O longa-metragem estréia nesta quinta-feira (11/10), nos cinemas de todo o Brasil, e você pode assistir ao trailer abaixo:

 

 

 

Anúncios

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s