Curiosidades

10 Curiosidades sobre Stranger Things

A série dos irmãos Duffer esconde vários fatos interessantes e, pensando na estreia próxima da terceira temporada, os repassamos neste artigo.

lucas, dustin, mike e onze

1) Finn Wolfhard gravou sua audição desde a cama.

Aconteceu que o ator que representa o Mike Wheeler estava tão doente que o médico recomendou-lhe ficar na cama. Mas isso não foi um problema: o garoto fez a audição desse jeito. Não precisa falar que deu certo, né?

2) A audição dos protagonistas é um diálogo de E.T. (1982).

Outro fato óbvio é que os irmãos Matt e Ross Duffer, diretores da série, estão obsesionados pelos anos oitenta. Uma mostra disso é que os protagonistas tiveram que apresentar uma cena do famoso filme dirigido por Steven Spielberg na qual Elliot, a personagem principal, está pronto para mostrar o extraterrestre ao seu irmão pela primeira vez.

3) Steve Harrington era o típico bully dos oitenta até que os irmãos Duffer conheceram o Joe Keery.

Com várias das personagens, os diretores estavam abertos à mudanças. Isso aconteceu com Steve, que começou sendo o típico valentão da época. Mas, depois de Joe Keery ter sido selecionado para representá-lo, o roteiro foi modificado.

“Quando encontramos o Joe, Steve começou evolucionar e se tornou mais agradável, até o ponto de ter certeza que ia ter uma história mais aprofundada”, comentou Matt Duffer no documentário da série.

4) Noah Schnapp usou extensões para o look de Will Byers.

O aspecto de cada personagem de Stranger Things é muito detalhista. A evidência está no Will: Noah Schnapp teve usar extensões durante a filmagem da segunda temporada para conseguir o particular cabelo do rapaz, tão comum na época.

Olha o look do moleque antes de passar pela estilista Sarah Hindsgaul.

5) O roteiro original não recebeu mudanças.

A Netflix não fez nenhuma mudança no roteiro original nem no design artístico apresentado pelos criadores, embora a ideia original deles foi fazer um filme e concluíram tendo uma produção de oito horas de duração.

Além disso, originalmente a série ia ser rodada em Nova Iorque, mas terminou sendo ambientada em Jackson, uma pequena cidade do estado de Georgia. Suas ruas e edifícios antigos foram o local perfeito para a filmagem.

6) Os atores tiveram que assistir filmes clássicos.

O elenco completo teve que assistir filmes clássicos como Poltergeist (1982) ou A Hora do Pesadelo (1984) para entender o tom que os criadores queriam para a série.

joe keery

7) Os diretores reproduziram música sinistra nos momentos de tensão

O produtor Shawn Levy também foi encarregado de dirigir alguns episódios. No documentário Beyond Stranger Things (2017), ele conta que costumava colocar música estranha durante a filmagem para que os atores mais novos se aprofundassem nas personagens, nos momentos de tensão.

8) Os experimentos MK Ultra foram reais.

As provas que fizeram na Onze (Millie Bobby Brown), conhecidas como MK Ultra, foram experimentos reais feitos pela CIA nos anos cinquenta.

9) A voz de Gaten Matarazzo mudou no meio da filmagem.

O ator que representa o Dustin sofreu a mudança da voz no meio da filmagem da primeira temporada por causa da puberdade. Depois, o problema foi consertado na pós produção.

irmãos duffer

10) Os irmãos Duffer foram acusados de plágio.

Segundo People, os diretores enfrentam uma demanda por “apropriação, uso e exploração indébitos” de uma história criada por outra pessoa, Charlie Kessler. A demanda foi apresentada no último 2 de abril em Los Ángeles. Kessler afirma que em 2012 fez um curta-metragem chamado Montauk, e também escreveu um roteiro maior, conhecido como The Montauk Project. Era uma história de ficção científica baseada no povo de Montauk, perto de Nova Iorque, onde aconteceram fatos paranormais relacionados com teorias conspiratórias e uma base militar.

Se bem poderia ter sido tudo uma simples casualidade, Kessler também conta que apresentou o projeto aos irmãos Duffer no Festival de Filmes de Tribeca de 2014. Logo, em abril do ano seguinte, o médio Deadline publicou a primeira notícia sobre o novo projeto dos Duffer, cujo título provisório não era outro que Montauk. Dá para suspeitar, o que vocês acham?

Bonus: as referências da série!

Longe de ser uma curiosidade segreta, todo mundo sabe que um dos aspectos mais vistosos da produção de Netflix tem a ver com suas inúmeras referências e homenagens à década dos oitenta.

Além de se inspirar em clássicos como E.T., Os Goonies (1985) e Tubarão (1975), a série tem muitas referências explícitas à filmes dessa época. Assista várias delas nesse vídeo.

Deixe a sua curiosidade favorita nos comentários! Quer mais conteúdo pensando na estreia da próxima temporada? Olha nossa crítica da segunda parte da série.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s