Música

Sessão Musical | My Mistakes Were Made For You – The Last Shadow Puppets

O que seria dos fãs sem as teorias e easter eggs? Aqui temos mais uma análise subjetiva de um dos primeiros trabalhos do Last Shadow Puppets.

Resultado de imagem para last shadow puppets

O início da parceria entre Alex Turner e Miles Kane se deu em 2005, quando a banda em que Miles fazia parte na época, The Little Flames, teve uma contribuição na turnê do Arctic Monkeys pelo Reino Unido.  Em 2007, os rumores de um projeto paralelo já eram frequentes, e em 2008 o projeto veio com o nome de The Last Shadow Puppets e o álbum de estreia chamado The Age of the Understatement.

Desde esta época, suas músicas contavam histórias e traziam interpretações ocultas. No clipe de My Mistakes Were Made For You,  vemos Alex ao lado de uma mulher vestida de branco, dentro de um carro. A tela do vídeo está virada em 90º e assim que a música começa, a câmera coloca os personagens “de cabeça para cima”. As penas da roupa da mulher voam enquanto o casal permanece intacto, sem se mexer.

Resultado de imagem para my mistakes were made for you

As evidências apontam para uma cena pós-acidente, uma vez que os detalhes de vidro rachado, fumaça e a escolha do giro da câmera são colocados com certo destaque. A mulher de branco é uma figura metafórica, não dá para saber se ela é a Morte ou a Vida ou Renovação. Pela letra, as pistas levam a crer que seja tudo ao mesmo tempo.

Em dado momento, a névoa age como efeito de transição de cena, trazendo um Alex “vivo”, andando sozinho pela penumbra à caminho da luz. É quando ocorre o encontro entre ele e Miles, que é o ponto de virada tanto da música quanto do vídeo.

lsp.jpg

O jogo de cores utilizado é um contraste entre morte e salvação, sendo o vermelho ao redor de Miles substituído pela luz dourada que Alex traz em seu encalço ao deixar o automóvel. Cada um entra em contato com a luz do outro e as cores se misturam. Quando o encontro acontece, no coreto, o ambiente já tem a predominância das lâmpadas brancas, que decoram a construção. A mesma cor da mulher do início da história.

Considerando que o The Age of the Understatement foi o início do que seria uma parceria profunda entre dois músicos de renome, há fundamento em sugerir uma interpretação da mulher de branco como o símbolo dessa união. Em alguns versos, a dupla fala sobre perda da inocência, fama, arrogância e consciência. A cor branca, além de representar o espectro contendo todas as sete cores, sugere pureza.  As penas que enfeitam sua vestimenta completam ainda mais a esfera angelical.

Imagem relacionada

Esse primeiro álbum marca a mudança artística de ambos os músicos, que passaram do rock de garagem para o estilo indie (embora na época ninguém usasse o termo). Anos depois, em 2016, o projeto voltaria à tona, trazendo a mesma sintonia deste vídeo para novas histórias, como já foi analisado antes aqui o caso de Miracle Aligner.

É bem interessante prestar atenção nesses detalhes, principalmen

te quando os sinais estão escancarados. Em Miracle Aligner, Alex e Miles dançam através de passos semelhantes ao bater de asas, e dividem o palco com um arco-íris presente em todo o vídeo, mas como já diz o ditado popular, qualquer semelhança é mera coincidência (ou não). Abaixo, o videoclipe de My Mistakes Were Made For You na íntegra:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s