Ir para conteúdo

Curtas | Vincent

O primeiro curta-metragem em animação de Tim Burton contém sua essência e personalidade peculiar bem marcadas desde o princípio.

Em 1 de outubro de 1982, a primeira grande obra em animação de Tim Burton foi lançada, com a ajuda de Rick Heirinchs. Vincent foi feita em stop-motion a preto e branco e retrata a infância de Vincent Malloy, personagem um tanto quanto parecido com o seu criador (ambos tinham Vincent Price como maior inspiração).

Tim Burton e Vincent Price.

O curta tem uma narrativa em forma de poema narrado por Vincent Price e apresenta um personagem assim como imaginamos que foi Tim Burton. Um menino que não era como os outros, se sentia anormal, era muito criativo e que preferia ficar em casa lendo contos de fantasia e terror do que brincando lá fora com outras crianças.

Praticamente todas as obras posteriores ao curta contém traços do mesmo, existem semelhanças na fisionomia de Vincent em Victor de A Noiva Cadáver (2005) e Edward de Edward Mãos de Tesoura (1990), a de seu cachorro também em Frankenweenie (2012). Considero o curta uma forma bem prática e divertida de resumir o estilo cinematográfico do diretor.

O protagonista solitário, reservado e excêntrico é um tema que aparece em outras obras do diretor e que contém sempre influências do horror gótico e expressionismo alemão, não sendo diferente nessa obra apresentada. Inclusive, no final do curta, Vincent lê um conto bem conhecido de Edgar Allan Poe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: